Meu filho não tem amigos: o que fazer para ajudá-lo(a)?

Descobri que meu filho não tem amigos, e agora, o que eu faço para ajudá-lo(a)? Se você descobrir que seu filho não tem amigos, primeiramente converse com ele, a fim de determinar a causa dessa peculiaridade. Se ainda assim não resolver, tente colocar em prática as dicas abaixo!

Por que uma criança não tem amigos?

A timidez é um dos principais motivos do isolamento. Para superá-lo e ficar confortável com os outros, você já precisa estar confortável consigo mesmo. Uma criança tímida precisa acreditar em si mesma. Seus pais precisam ser positivos e ajudá-lo a se afirmar, mostrando que ele ou ela é valioso.


Uma criança muito agitada e intrusiva também é frequentemente indesejável, porque pressiona demais os outros. Ele ou ela deve então ser ensinado a se acalmar e ser mais atencioso com as pessoas ao seu redor para ser aceito.


Encontre uma atividade pela qual ele seja apaixonado e que lhe permita conhecer crianças com quem compartilha o mesmo interesse. Assim, ele se encaixará mais facilmente em um grupo.

Passe algum tempo com seu filho para identificar um possível problema mais sério

Seu filho pode estar enfrentando bloqueios desnecessários. Se ele tem ideias erradas, se sente mal às vezes, pensa que seus pais não gostam dele, ele deve ser ajudado, principalmente com relação a confiar mais no pais. A melhor forma de fazer isso, é passar mais tempo com ele, estar sempre por perto.


Além disso, os problemas com bullying são complicadores que isolam mais as crianças e aumenta a dificuldade em confiar. Se você suspeitar de algum problema, deve questioná-lo gentilmente, a partir daí tentar resolver o problema que o chateia, geralmente na escola.

Inscreva-o em atividades extracurriculares

Se seu filho não pode compartilhar seus interesses na escola, por que não inscrevê-lo em uma atividade extracurricular, afinal, a escola não é o único lugar de socialização.


Incentivá-lo a praticar um esporte ou participar de uma atividade onde tenha gosto, permitirá que ele conheça outras pessoas que compartilham de seus interesses. Eles podem levar a criança a se expressar e superar o medo da hora de brincar. 


Ele geralmente se sente mais confortável quando não está em um contexto de avaliação. E não se esqueça do principal: comemore seu aniversário. Não há necessidade de convidar toda a classe, mas convide alguns amigos para vir e comemorar junto com ele.

E se seu filho for naturalmente solitário?



Meu filho não tem amigos, e se ele for naturalmente um solitário? Esta é uma pergunta que você deve se perguntar! Se seu filho é solitário por natureza, com certeza ele terá mais dificuldades em fazer amigos, pois faz parte do seu caráter pessoal.


A pressão da sociedade exige que sejamos populares, mas a solidão desejada é perfeitamente respeitável.


As verdadeiras crianças solitárias estão em minoria, mas existem. Se necessário, você deve garantir que seu filho não se exclua completamente da sociedade, a fim de poder encontrar um lugar nela. 


Não o force a todo custo a estar perto de outras crianças e deixe-o formar um círculo de amigos, reconhecidamente pequeno, mas sem dúvida mais sólido.

Conclusão

A dificuldade de fazer amigos na escola ou na vizinhança tem necessariamente uma causa. A timidez às vezes é um obstáculo, mas não é a única razão para o isolamento. Alguns não ousam entrar em contato com outras pessoas porque sua situação familiar é complicada.


Se perceber que seu filho precisa de ajuda para fazer amigos ou que se sente isolado na escola, fale com sua professora ou converse com nossas coordenadoras. O Colégio Lebiste está sempre preocupado em manter o bem estar físico e mental do seu filho.


Conte conosco!