Vocação Profissional: Como ajudar meu filho a encontrar seu caminho?

Ao final do terceiro ano do ensino médio, seu filho adolescente terá que fazer escolhas profissionais. Para muitos, essas decisões não são diretas. De fato, aos 15 anos, pode ser difícil se projetar para um futuro profissional! Qual setor escolher? Qual a vocação Profissional do seu filho? Como pai ou mãe, sua função também é ajudá-lo a se orientar!

Ajude seu filho a encontrar sua Vocação Profissional

Felizmente, você não precisa ser necessariamente um coaching de carreira, existem algumas coisas que você pode fazer para ajudar seu filho a tomar essas decisões e escolher sua vocação profissional.

1º Resista a tratar seu filho como uma extensão de você

Seu filho(a) é um indivíduo único. As coisas que podem deixá-lo totalmente confuso, podem ser as coisas que ele ama fazer. Resista ao impulso de dizer a seu filho(a) para evitar um caminho certo só porque é algo que não interessa a você. Ele pode não estar interessado em seguir a sua carreira.

2º Deixe seu filho se expressar em sua escolha

A base está aqui! É muito importante que você possa entrar em diálogo com seu filho(a), a fim de fazer um intercâmbio livre sobre o tema da orientação educacional e profissional.


Para isso, você não deve julgar suas decisões, mas sim em ouvir e compartilhar suas experiências.


Procure acolher todas as suas ideias sem julgá-las, mas simplesmente questionando-o(a) para compreender e fazê-lo(a) refletir sobre suas motivações, seus pontos de interesse e sem poluí-lo com seus próprios medos e experiências.

3º Tire a pressão sobre o filho(a)

O percurso escolar raramente é linear, quando olhamos as estatísticas de reprovação ou evasão no primeiro ano da faculdade, é que percebemos que muitos jovens ainda estão tateando em busca de um caminho.


Muitas vezes a pressão no final do ensino médio acaba desanimando os jovens e ao invés de ajudar, pula etapas importantes. Portanto, é interessante explicar a eles que existem vários caminhos que podem ser seguidos no seu devido tempo.


A pressão pode provocar uma ansiedade desnecessária e retardar os verdadeiros objetivos do seu filho(a).

4º Juntamente com seu filho(a), faça uma lista de suas atividades preferidas

Queremos o melhor para nossos filhos. Mas cuidado. O que você acha que é melhor para você pode não ser necessariamente o melhor para ele ou ela.



Por exemplo, você gostaria que seu filho fosse médico como você, porque você é apaixonado por isso e tem um padrão de vida confortável. O mais indicado, é sentar e ouvir o que ele gosta de fazer.


Faça uma lista de hobbies e atividades que deixam seu filho(a) feliz e pode ser uma boa carreira tanto em termos financeiros como em termos de qualidade de vida.

5º Procure ajuda Profissional 

Aqui no Colégio Lebiste procuramos dar todo o suporte ao seu filho(a) desde o berçário até a entrada na universidade, temos profissionais experientes que podem ajudá-lo a orientar seu filho na escolha de sua vocação profissional.


Portanto, visite-nos e agende uma visita com nossos orientadores e educadores para garantir que seu filho(a) possa tomar o caminho correto!


Comentários (0)


Deixe um comentário