Educação Infantil na Pandemia: Como Manter as Atividades da Escola!

O mundo parou! O novo Coronavírus transformou-se em um dos maiores desafio da humanidade. A chegada da pandemia pegou todos de surpresa, o isolamento social e os cuidados com a contaminação exigiu mudanças e adaptações em praticamente todas as áreas da sociedade. Com a Educação Infantil na Pandemia não foi diferente, de um dia para o outro, todos tiveram que encarar uma nova rotina. 

Em meio às mudanças, de repente os pais e a escola passaram a interagir e conviver no mesmo espaço. É comprovado que a educação infantil é um alicerce, que promove interações e brincadeiras, por meio das quais a criança se desenvolve emocional e cognitivamente, ela socializa, desenvolve as habilidades motoras, melhora o desempenho escolar, promove a cidadania e os laços afetivos para toda a vida.

Educação infantil na pandemia - Atividades Escolares

A Educação Infantil na Pandemia tem um papel de grande relevância para a vida das crianças em um momento onde elas são obrigadas a ficar em casa, sem contato com os amiguinhos e coleguinhas, esse contato é importante para eliminar o estresse da quarentena. 

Outro ponto importante é manter a rotina das aulas mesmo online, mas é preciso também estabelecer algumas regras para não prejudicar os estudos. Dessa forma, quando tudo passar, ele estará pronto para voltar à escola. Veja a seguir como manter as atividades escolares durante esse período.

1- Aulas em meio a pandemia

Em tempo de isolamento social onde as escolas estão fechadas e as crianças em casa o dia inteiro, é importante manter as rotinas escolares. No início do decreto, muitos pais ficaram perdidos, não sabiam o que fazer para entretê-los. Sendo assim, passamos a enviar tarefas a serem desenvolvidas em casa com suporte de aulas online.  

Nossos Professores passam atividades como desenhos, leituras, vídeos, música, cantam e dançam, contam historinhas, fazem visita virtual ao museu, ao zoológico e desenvolvem diversas tarefas para prender a atenção dos pequenos. 

2- Local adequado para aulas

É importante escolher um local tranquilo, iluminado, fresco e sem ruídos, isso fará com que o aluno se adapte melhor a nova rotina.

3- Rotina de estudos

Assim como na escola, é necessário manter um rotina de estudos para não comprometer o aprendizado e a carga horária do ano letivo, portanto, para evitar perdas é importante:

 

     Manter uma rotina de estudo;

     Dar intervalo a cada 2 horas para a criança;

     Definir os horários que irão realizar atividades para casa;

     Deixar que as crianças se expressem com a nova rotina através de brincadeiras;

     Muitas escolas têm aproveitado para promover a interação dos coleguinhas durante a aula e na hora do lanche, um momento necessário para a criança relaxar.

4- Como prender a atenção

As crianças nessa fase são muito ativas, tudo é brincadeira, então fazê-las manter a atenção e o foco na aula não é tão fácil, principalmente de forma online; é preciso ter paciência e as escolas têm um papel fundamental com professores treinados e capacitados para atender as necessidades dessas crianças juntamente com os pais e cuidadores. 

Nesse momento observe o comportamento da criança, se ela apresentar cansaço, pare um pouco as atividades, deixe que ela levante, vá ao banheiro, beba água, ande um pouco. Dessa forma, quando retornar, ela estará mais focada.

5- Rotina da casa

É preciso manter a rotina de sempre, conversar com as crianças sobre a nova rotina de trabalho da mãe e do pai, em caso de home office, e falar sobre a falta presencial dos coleguinhas e professores, isso vai fazer com que ela compreenda melhor o momento, sabendo que em breve vai está de volta à escola, assim como seus pais ao trabalho. 

Por isso, mantenha a rotina de alimentação, a hora de dormir e acordar deve ser mantida; tomar banho, vestir uma roupa confortável, fazer o desjejum normalmente e seguir o horário normal das aulas.

6- Orientação para a criança

Para que seu filho(a) possa se adaptar da melhor forma possível a nova rotina, é necessário tomar alguns alguns cuidados como:

 

     Não exigir demais da criança;

     Procurar manter a interação com os coleguinhas de forma remota tanto nas aulas, como em outros momentos e com outras pessoas como os avós, primos e amiguinhos;

     Está presente, entender as dificuldades e sentimentos delas, afinal elas também estão sentindo falta de coisas que faziam habitualmente;

     Fazer atividades física leves;

     Fazer atividades diárias da casa e pequenas responsabilidades pode ser útil;

     Manter o local de estudo limpo e organizado;

     Controlar o uso de equipamentos eletrônicos como TV, celular, laptop, computador, jogos e entre outros;

     Estimular as brincadeiras como pular corda, brincar de amarelinha, de boneca, de carrinho e esquecer um pouco os jogos eletrônicos. 

Enfim…

A pandemia trouxe momentos difíceis e até então nunca vistos, o mundo teve que se adaptar ao novo normal. 

Apesar das adversidades, a Educação Infantil na Pandemia conseguiu superar grandes desafios e mesmo a distância, as escolas em parceria com os pais, vêm conseguindo manter a qualidade do aprendizado, estimulando e desenvolvendo as habilidades motoras dos pequenos, através das aulas online interativas.  


Comentários (0)


Deixe um comentário