Dicas Valiosas Para Educar os Filhos sem Perder a Paciência

Com o corre corre do dia dia, o estresse, os compromissos, os pais estão cada vez mais atarefados e na maioria das vezes, com pouca paciência, mas, como educar os filhos sem perder a paciência e sem afastá-los?

Esta é uma situação que acontece rotineiramente com muitas pessoas, principalmente, quando nos deparamos com situações que fogem ao nosso controle, confira algumas dicas práticas que podem ajudar na criação dos seus filhos.


Dicas de como educar os filhos sem perder a paciência

Quem tem filhos sabe exatamente que toda e qualquer criança quando deseja ter atenção, ela sempre vai por algum dos viés, sejam eles positivos ou não.

Na tentativa de ter atenção e carinho dos pais, as crianças sempre buscam chamar à atenção de alguma forma. Sendo assim...

1ª – É preciso dedicar mais tempo para as crianças

Separe um tempo do seu dia para ficar com seus filhos e ouví-los. Tente saber como foi o seu dia na escola, suas dificuldades, possíveis problemas, tente deixar claro que sempre vai ter tempo disponível para ouvir e ajudar.

2ª – Reconheça os erros

Cometer equívocos na educação das crianças é algo que acontece mais vezes de que se pode imaginar, ainda mais se você for pai ou mãe de primeira viagem.

Por isso sempre que cometer um erro, reflita, respire e peça desculpas, reconhecer que você também falha vai fazê-los perceber o seu lado mais humano, isso aumentará a confiança deles em você.

Conseguir analisar o que foi feito de ruim pode ser o primeiro passo para consertar tudo.

3ª – Dê Bons exemplos

O que os filhos ou as crianças em geral fazem mais, é repetir tudo que elas vêem seus pais fazerem. Procure dar bons exemplos, crie bons hábitos e incentive seus filhos a praticar o que é bom para o futuro deles, como a leitura, a oração e o diálogo com os membros da família.

4ª – Perceba a hora de relaxar

Muitas vezes chegamos estressados e quem paga pelo nosso estresse geralmente são os filhos.

Diminuir a ansiedade é fundamental para que isso não aconteça mais, respire fundo, faça um pequeno passeio antes de chegar em casa, durma mais e sempre que possível, faça atividades que mais gosta.

5ª – Mantenha o diálogo

Sempre escutamos as pessoas falarem “uma boa conversa resolve qualquer coisa”, pois bem, é exatamente isso que deve ser feito com as crianças.

Para melhorar o diálogo, converse com a criança a altura dela, ou seja, abaixe-se e fique na altura dos olhos dela.

Faça com que tudo seja feito de forma calma e sem alteração. Estudos mostraram que gritar com os filhos além de retirar sua autoridade, mostrar o seu desequilíbrio, vai afetar a comportamento e maneira como eles reagirão com as pressões na vida. Se você grita com seus filhos hoje, é porque com certeza seus pais gritaram com você antes.

6ª – Crie limites

Em seus primeiros meses de vida, as crianças ainda são dependentes dos pais para tudo, só que com o passar do tempo começa a interação com o mundo. É justamente nesse momento que elas precisam entender que os limites existem e precisam ser respeitados.

Nem tudo que elas querem, elas poderão ter quando desejarem. Infelizmente, o que se vem notando atualmente é que os pais estão cada vez mais distantes dos seus filhos, isso vai criando uma grande barreira que pode se tornar quase que intransponível em muitos casos.

A regra dos limites são: o seu NÃO deve ser NÃO, e o seu sim deve ser sempre SIM. Evite abrir exceções, imponha-se.

Os filhos são uma dádiva na vida, o futuro deles e o tipo de pessoa que se tornarão, vai depender da educação que você proporciona hoje, portanto ter paciência já é um bom começo.


Comentários (0)


Deixe um comentário