Depressão infantil - Como Identificar os Primeiros Sintomas?

Detectar depressão infantil ainda é um desafio para muitos pais e também para os profissionais, como os pedagogos e psicólogos já que os sintomas são muito parecidos com os sintomas de outras doenças psíquicas. Por isso, vamos mostrar aqui, como é possível detectar esses sintomas.

Aprenda a detectar os sintoma

As crianças em idade pré-escolar podem sim apresentar sintomas de depressão. Cerca de 1% a 2% das crianças nessa idade, sofrem desse mal. De acordo com os estudos epidemiológicos, em países mais pobres a incidência dessa doença é ainda maior.

A depressão pode ser ainda mais forte até o final da adolescência, por isso,desde muito cedo os pais devem saber quando o filho(a) está apresentando sintomas estranhos, e assim devem levar ao médico o mais rápido possível.

As crianças da mesma forma que os adultos, podem apresentar sintomas iguais, veja a seguir, quais são os sintomas mais comuns e fique de olho:

 

    Irritabilidade com humor depressivo;

    Problemas para raciocinar em questões simples, como ler um texto, por exemplo;

    Ter falta e excesso de apetite;

    Distúrbio de sono;

    Excesso de culpa por algo que não fez;

    Sensação de falta de energia o dia todo;

    Pensamento de morte.

 

Os médicos conseguem averiguar os sintomas no momento que estão conversando com seus pacientes, a irritabilidade e a falta de prazer em realizar algumas atividades do dia a dia, podem ser sinal de alerta para os médicos.

Em que momento devemos pedir ajuda?

Se a criança ou adolescente apresentar quadros de tristeza muito profundos, os pais devem pedir ajuda psiquiátrica. Caso haja desânimo persistente, para fazer atividades básicas como ir à escola, por exemplo, os pais devem imediatamente informar a escola e a equipe médica o que está ocorrendo.

Acriança que estiver em idade escolar, na própria escola os professores já conseguem perceber que o desempenho do aluno está baixo, e que este não consegue realizar as atividades extraclasse. As pessoas leigas sentem mais dificuldades em detectar esses sintomas, por isso, é necessário que a escola encaminhe um relatório completo do comportamento da criança, para ajudar a equipe médica.



Quais as causas da depressão na infância?

O funcionamento inadequado de partes do encéfalo pode ser uma das principais causas, as  oscilações hormonais, como o aumento do cortisol também podem levar à depressão. Para tratar corretamente a depressão, a equipe médica deve aplicar métodos como  técnicas psicoterápicas e medicamentosas.

Há outros métodos dentro da psicoterapia que podem ser úteis para tratar a depressão, como por exemplo:

 

    terapia comportamental-cognitiva;

    terapia interpessoal;

    tratamento baseado em mentalização.

 

Esta última deve ser realizada junto com a família, logo, são os psicólogos que vão indicar o melhor método conforme a realidade de cada criança e adolescente.  O tratamento, se for iniciado logo nos primeiros anos, pode dar mais qualidade de vida para acriança e também aos jovens.

Crianças e adolescentes com depressão, costumam ficar muito tempo no quarto e evitam qualquer tipo de convívio social, e este pode ser um sinal muito grave.

Conclusão

Se deseja saber mais sobre como tratar a depressão infantil, para que a mesma não atrapalhe o rendimento escolar de seu filho, procure imediatamente a equipe pedagógica da escola, e peça para que eles lhe indiquem um caminho.


Comentários (0)


Deixe um comentário