Cyberbullying: como proteger os jovens dos perigos da internet!

Pode ser difícil controlar todas as ferramentas que os adolescentes usam para se comunicar e socializar online, é nesta hora que surgem os perigos, especialmente o Cyberbullying. Mas, o que fazer para proteger seu filho(a) das constantes ameaças vindas da internet?


Estas e demais questões, o Colégio Lebiste esclarece agora para você!

Converse com seu filho sobre o Cyberbullying

Primeiramente é importante conversar com seu filho sobre o Cyberbullying. Essa é a melhor maneira de mostrar a ele que você acha que isso é importante na vida dele, além de tornar mais fácil para ele confiar em você no futuro. 


Diga a ele que você está preocupado com a situação; você pode acrescentar que ultimamente tem ouvido muito sobre isso e parece ser um comportamento bastante comum entre adolescentes.


Consulte histórias que você ouviu ou artigos que leu. Pergunte ao seu filho se ele está ciente de um caso de cyberbullying e deixe que ele conte a você. Evite transformar a discussão em um interrogatório, escute e fale sobre isso abertamente.


Tranquilize-o, especificando que você não retirará o acesso dele às redes sociais ou ao seu Celular. Crianças e adolescentes muitas vezes temem perder o acesso à Internet ou a seus dispositivos se confiarem em seus pais.

Saiba o que seu filho está fazendo na Internet

Se você não cresceu com a Internet, o uso que seu filho faz das mídias sociais e mensagens de texto e toda a gama de atividades na Internet pode parecer muito estranho para você. 

Procure saber exatamente o que seus filhos estão fazendo na Internet. Este é o primeiro passo para garantir sua segurança.


Conheça os sites que seu filho usa e suas contas. Converse com seu filho sobre o que ele faz na Internet e pergunte com quem ele se relaciona.


Tente você mesmo. É difícil entender o que é isso sem experiência prática, portanto, estabeleça uma conta de rede social e crie um perfil falso para monitorar seu filho; tente gravar um vídeo com sua webcam ou enviar fotos; você também pode experimentar um ou mais dos games que seu filho está jogando.


Esteja ciente da tecnologia e mantenha-se atualizado. Conheça os dispositivos que seu filho usa e como eles os usam: envie mensagens instantâneas e textos, visite redes sociais e baixe conteúdo. 


Esteja ciente dos aplicativos que seu Smartphone contém. Saiba mais sobre os sites e aplicativos que podem ser usados ​​por seus filhos, principalmente os de relacionamentos e namoro.

Estabeleça regras para as atividades online do seu filho

Se ainda não o fez, comece a estabelecer regras com seu filho sobre as atividades na Internet.  Insista para que seu filho use configurações de privacidade. As redes sociais permitem que os usuários controlem quem pode ver as informações que eles postam. 



Certifique-se de que seus filhos saibam como usar as configurações de privacidade para todos os sites nos quais eles têm uma conta e como evitar que as pessoas vejam as mensagens ou fotos que eles postarem.


Deixe seu filho saber que você pode tomar medidas se houver motivo para preocupação. Diga a eles que você tem a responsabilidade de mantê-los seguros e que, se sentir que há um risco, você pode estar controlando suas comunicações na Internet.


Eduque seus filhos sobre as senhas e enfatize a importância de usá-las.

Incentive-os a criar senhas diferentes para sites diferentes e nunca as dê a seus amigos.


Certifique-se de que eles usam senhas para bloquear seus dispositivos. Isso os protegerá se seu dispositivo móvel e tudo nele acabarem nas mãos erradas.


Se seu filho for mais jovem, você pode pedir a ele que forneça as senhas que ele usa, especificando que você só vai usá-lo em uma emergência. 


Quando se trata de adolescentes, eles consideram suas contas como propriedade pessoal; Pedir que eles forneçam suas senhas pode fazer com que comecem a esconder coisas de você, portanto, converse sempre, com muita calma e jamais com cobranças, isso evita que eles se afastem mais ainda.

Conclusão

O Cyberbullying é uma realidade e pode prejudicar muito a saúde física e mental de seu filho, por isso, é importante redobrar os cuidados. 


Esperamos que as dicas acima possam ajudá-lo(a) na condução do problema e em casos mais graves, conte conosco, o Colégio Lebiste é seu principal aliado na luta contra o Cyberbullying!