Como Lidar com a Birra da Criança? Veja o que Dizem os Especialistas

Acompanhar o comportamento de uma criança desde os seus primeiros dias de vida é fundamental, incluindo entender a birra da criança.

Os pais devem compreender que o cérebro de uma criança, por exemplo, entre os 2 e 4 anos de idade, está em intenso processo de desenvolvimento, influenciando também no comportamento dos pequenos.

A birra da criança

A birra pode estar atrelada ao conjunto de escolhas da criança, como querer comer somente no prato amarelo e beber suco sempre no copo azul.

Quando contrariada em relação às suas escolhas, a criança pode ter reações afetivas, psicológicas e físicas para defender suas escolhas,hábitos e manias passageiras.

Os pais, por questão de cuidado, podem inserir regras a respeito do horário de dormir, assistir TV ou usar o computador à noite e durante o dia. Existem crianças que não aceitam regras com facilidade e atiram brinquedos e objetos contra a parede.

Geralmente, a birra é iniciada nos primeiros anos a partir do choro e do grito. Outras, mesmo em ambientes públicos, se jogam no chão quando os pais não aceitam ceder às suas escolhas infantis.

Para quem tem filho, essas atitudes são rotineiras na família, principalmente, a partir dos dois anos de idade.

O que acontece aos dois anos?

Nesse período, segundo os especialistas, a criança descobre que pode interagir com o ambiente e com os outros. Porém, as áreas de autorregulação cerebral ainda não se desenvolveram, impedindo que a criança tenha pleno controle de suas emoções.

Portanto, atitudes ríspidas nem sempre resolvem a postura de uma criança malcriada, pois a postura dela não pode ser recebida pelos pais como desafio à autoridade.

O que fazer quando a criança bate?

Ao ser contrariada, a criança pode querer bater nos pais ou nas outras pessoas, principalmente, a partir da idade de um ano e meio. Por não saberem expressar suas frustrações.

Nem sempre gritar para ela parar resolve. Os psicólogos sugerem dar ou criar um objeto para a criança extravasar a raiva, podendo usar um tambor de brinquedo, uma massinha dentária infantil para morder, entre outros.

Manter a calma

Para lidar com a birra da criança é fundamental que pais e tratadores mantenham a calma. O ato de discutir com os pequenos é perda de tempo.

A serenidade e a observação perante a criança é a melhor postura.Mesmo em lugares públicos, nunca se distancie demais da criança, mas evite ceder aos excessos dela sempre a protegendo de terceiros.

Impor limites

Os pais e responsáveis devem impor limites desde os primeiros anos de vida.

Ao atender a criança sempre que ela fizer um “escândalo” de choro ou de atitudes fortes, os pais sinalizam que ela sempre terá tudo ao chorar e gritar. Isso deve ser evitado e todos os tipos de presentes e doces devem ser dados no horário e nas situações certas.

Conclusão

 A birra da criança deve ser considerada como um período no processo de desenvolvimento comportamental dos pequenos.

Sendo necessário evitar transtornos e conflitos, analisando acriança de maneira individual e corrigindo os comportamentos excessivos deforma educativa sem o uso da violência.



Comentários (0)


Deixe um comentário