Benefícios de Aprender uma Segunda Língua na Infância

Aprender uma segunda língua na infância pode gerar grandes benefícios no processo de formação intelectual e acadêmico da pessoa.

Sabemos que o mundo, o mercado e a comunicação são cada vez mais globais exigindo a capacidade de ler, interpretar e se expressar em outro idioma.

A comunicação e as trocas comerciais entre os países exigem o domínio sobre outro idioma. Muitas pessoas costumam aprender um novo idioma somente na adolescência ou tardiamente na fase adulta, porém na infância o domínio pode se tornar mais pleno.


Aprender uma segunda língua na infância

Dentre os principais benefícios, podemos destacar com o primeiro o desenvolvimento intelectual da criança. O desenvolvimento infantil a respeito dos códigos semânticos e linguísticos tornam-se melhores de forma precoce.

Dessa forma, a criança terá menores chances de criar o chamado analfabetismo funcional na fase adulta, tendo plena condição de ler e interpretar em seu idioma nativo e estrangeiro.

O aprendizado de um segundo idioma também melhora a cognição sobre o processo de aprendizagem em outras áreas de conhecimento.



O aumento da fluência

Ao aprender uma segunda língua desde cedo, a pessoa acelera a fluência, pois esse aprendizado é incorporado ao seu desenvolvimento linguístico assim como já ocorre com sua língua materna.

Por outro lado, a assimilação de novas palavras reduz os vícios de linguagem e outros níveis de bloqueios de aprendizagem.

Resultados do aprendizado precoce

A criança ao aprender inglês e português a partir dos três anos de idade terá pleno domínio sobre ambos os idiomas quando tiver quinze anos de idade, por exemplo.

E esse domínio será sempre consolidado no decorrer de sua vida. Portanto, ela terá, na adolescência e na fase adulta, forte proficiência no idioma em menos tempo.

Benefícios para o cérebro

Aprender uma segunda língua na infância fortalece o cérebro e a saúde mental na infância e nas outras fases da vida.

Esse aprendizado precoce sobre um segundo idioma aumenta a curiosidade desde cedo sobre as palavras e o conhecimento em geral. Ao mesmo tempo que ela estuda, por exemplo, a língua inglesa e espanhola, a criança passa a compreender melhor o português.

Aumento do foco

A criança passa a ter mais atenção e proatividade desde cedo. Tornando-se numa criança melhor, mais atenta e mais prestativa.

Segundo os pesquisadores da Universidade de Granada, na Espanha, o domínio de duas línguas estimula o aumento da atenção e da memória. Principalmente, a memória recente.

Dessa forma reduz o risco de desvio de atenção e de perda de informação no cérebro da criança.


Contato com novas culturas

A criança passa a ter uma nova dimensão sobre o mundo, tendo acesso fácil às outras culturas e níveis de informação. Ela terá facilidade para ler mais livros em outras línguas, entender filmes estrangeiros e desde cedo aprender a traduzir de um idioma para o outro.

Futuro profissional

No mundo corporativo as empresas valorizam profissionais que estudam e trabalham em mais de um idioma. Portanto, o estudo precoce sobre um segundo idioma será fundamental para o sucesso profissional do indivíduo. 




Comentários (0)


Deixe um comentário