Aprenda a Controlar o Acesso dos seus Filhos a Internet

O assunto de hoje, é um “sermão” para os pais. Mas não se preocupe, o que vamos falar agora é de concordância tua. Se você tem uma criança em casa, precisa aprender a controlar o acesso a internet dela, e quem sabe, até mesmo o seu.

O mundo atual é simplesmente repleto de inovações. Hoje em dia temos internet, celulares muito avançados em tecnologia, etc. O entretenimento tem ganhado muito espaço e as tarefas que são consideradas como base da vida do ser humano, estão ficando em segundo plano.


Menores cada vez mais integrados com a internet

Todas as pesquisas recentes mostram diretamente para o fato de que mais e mais pessoas (crianças em particular) estão acessando a internet através de telefones celulares, e isso torna a educação para uso da internet ainda mais importante.

Um instrumento que pode ser usado com muita facilidade, (basta pensar em um exemplo de quantos Wi-Fi grátis você pode encontrar enquanto percorre a cidade). E que ajuda a passar o tempo, mas é preciso aprender a controlar o acesso à internet.

Ter uma conta no Facebook, navegar na Internet, usar um mecanismo de busca como o Google, assistir a um vídeo no Youtube, estar em bate-papo enquanto joga em uma plataforma on-line é um dos primeiros pensamentos de adolescentes, mas também de crianças acostumadas a procurar no Youtube os vídeos dos seus desenhos favoritos. 

A Web é cada vez mais utilizada por menores através de dispositivos móveis que aumentam o alcance e a possibilidade de navegar na Internet em diferentes ocasiões e, por vezes, fora do controle de um adulto. Sem mencionar que, o que hoje pode parecer "legal" para uma criança amanhã pode ser uma fonte de "vergonha" ou pior.



A influência desse hábito no aprendizado infantil

Não é uma boa ideia ficar mais de 3 horas com um celular na mão, ou à frente de um computador, se você não está trabalhando com ele. É claro, até mesmo os adultos se perdem no tempo quando se encontra com essa tecnologia, o que faz pensar que todos nós precisamos controlar o acesso à internet.

Agora, se afeta tanto um adulto, imagine o quanto pode afetar as crianças e pior, aquelas que estão iniciando seus aprendizados na escola. É preciso criar regras para estas, pois é o momento em que elas entendem que não é não, mas não aceitam o fato.

Podemos chamar de pirraça, e grande maioria dos pais preferem que seus filhos permaneçam quietos a educá-los para terem limites em suas vidas. Desculpem o sermão, mas eu avisei! E você, como tem monitorado seu filho? As tarefas escolares estão em dia? O desempenho também vai bem?

Mesmo que todas as respostas sejam positivas, evitar que seu filho permaneça muito exposto à internet evita que ele corra certos riscos. Ensine-o a ter consciência de que o perigo virtual existe e só irá atacá-lo se ele der espaço.

Incentive seu filho ao hábito da leitura, visitar a natureza, andar de bicicleta e principalmente brincar muito desde pequenino; são hábitos que fazem toda a diferença.


Comentários (0)


Deixe um comentário