Adaptação no Berçário: Como Preparar seu Bebê para os Primeiros Dias!

O período de adaptação no Berçário é sempre difícil e assustador para os pais e para as crianças. Após meses de convivência, no qual a criança se relaciona apenas com a família e pessoas próximas, não é tão simples de repente, se separar dos pais e passar a conviver com estranhos, em um local até então totalmente desconhecido.


Deixar os pequenos pela primeira vez aos cuidados de outros pode ser uma experiência um pouco difícil, essa ruptura causa muita tensão, choro e abalo emocional tanto para os pais como para os bebês e quanto menor a criança, maior a aflição.


Mas, esta é uma etapa importante para o desenvolvimento do seu bebê e mesmo com toda angústia, é possível encarar a situação com calma e naturalidade. Veja algumas dicas a seguir.

Preparação para Adaptação no Berçário

1- Introdução de novos alimentos

Comece por incluindo com antecedência novos alimentos. O ideal é que os pais, 10 dias antes, introduzam alguns alimentos líquidos e pastosos, como sucos naturais e papinhas, de acordo com a idade do bebê, assim evita que ele sofra com a mudança, ficando até mesmo sem se alimentar.  

2- Idade adequada

Muitos pais ficam inseguros de qual é o momento certo para o bebê ingressar no berçário, isso é normal. Porém, é comprovado que quanto maior a criança, maior será o sofrimento, por isso é aconselhável planejar o ingresso do pequeno ao berçário entre 6 a 9 meses. Até os 9 meses ele não retém informações por muito tempo, isso facilita sua adaptação no Berçário.     

3- Confiar no Berçário  

Nem sempre é fácil decidir por uma instituição, por isso escolha um berçário que tenha credibilidade e acima de tudo lhe traga segurança, conforto e transmita confiança.


Sabendo que seu bebê está em um lugar seguro e confiável, certamente você ficará mais tranquilo, afinal de contas, você não vai querer deixar o tesouro mais precioso da sua vida em qualquer lugar, não é mesmo? 


Dicas para saber se o berçário é confiável


  • Faça visita sem horário marcado;

  • Observe se os profissionais pegam os bebês no colo na hora de oferecer a mamadeira e a forma que conversam com os bebês;

  • É importante conversar com outros pais para saber a opinião deles;

  • Converse com a instituição pedagógica para tirar todas as dúvidas e saber dos valores que a instituição defende;

  • Durante a sua visita observe se a instituição possui ambientes limpos e organizados, com ventilação e iluminação adequadas; 

  • Escolha um berçário que tenha atividades bem estruturadas;

  • Fique de olho ao espaço físico, este deve ter uma boa estrutura, brinquedos higienizados e adequado de acordo a faixa etária. Deve ter também quina de móveis assim como tomadas protegidas entre outros cuidados. 

4- Administrar e controlar emoções

A adaptação não afeta somente as crianças, o adulto sente bastante a separação. É importante não demonstrar as emoções na frente das crianças, isso vai causar insegurança e deixá-los agitados; respire fundo, se acalme e deixe para chorar bem longe deles.


No segundo ou terceiro dia, você já estará acostumado(a) e vai agir naturalmente.

5- Presença na adaptação

A fase de adaptação é bem dolorosa e para que ela ocorra sem traumas tanto para crianças como para os pais, é importante que haja interação entre a família e o berçário. Ambos devem se empenhar em fazer essa transição da melhor forma possível.



Aqui no Colégio Lebiste, nossos Profissionais passam constantemente por treinamentos baseados em Psicologia do desenvolvimento (Psicologia infantil) e estão aptos para ajudar você e seu bebê a superar rapidamente a adaptação ao Berçário com a melhor experiência possível. 


É importante que alguém conhecido da criança, o pai, a mãe, a avó, o avô ou outro responsável, fique por perto nos primeiros dias para que ela se sinta mais segura, isso evita que o bebê se sinta abandonado e o ajudará a se acostumar aos poucos com a nova situação.

É chegada a hora...

É hora de ficar longe do seu pequeno, um momento de aflição para ambos. Para algumas crianças a adaptação no berçário acontece de forma mais tranquila e rápida, já outras requerem um pouco mais de cuidados, isso é bem normal.


O importante é compreender que cada criança tem seu tempo, por isso, demonstre seu amor e faça ela compreender que é uma separação provisória.  


E agora que você já sabe o que fazer, respire fundo, acalme-se e mostre que logo vocês estarão juntos novamente!


Comentários (0)


Deixe um comentário