8 Super Dicas para o bem-estar do bebê

A saúde e o bem-estar do bebê estão no centro das atenções de todos, e com razão! De volta a casa, os pais querem fazer bem para garantir a seus filhos serenidade, conforto e amor. Neste artigo, oferecemos 9 dicas para garantir o bem-estar do bebê no dia a dia de acordo com suas pequenas enfermidades.

8 Dicas para o bem-estar do bebê

1 - Para aliviar a cólica

Em bebês, as cólicas são frequentes e não são graves. No entanto, eles podem causar muito estresse. Uma das dicas é amenizar a dor com calor. Para isso, você pode aliviar as cólicas do bebê usando uma bolsa de água quente em forma de pelúcia, especialmente desenhada para crianças pequenas. 


Você também pode balançá-lo suavemente, pegá-lo nos braços ou massagear suavemente para acalmá-lo. Um pequeno passeio no carrinho também pode valer a pena.

2 - Para aliviar a dor dentária

Este é um momento difícil para seu filho... e para você! A dentição provoca movimentos dos dentes na mandíbula, ou durante a passagem desta pela gengiva: nada muito agradável.


Você pode oferecer a ele uma chupeta de dentição para mastigar, o que irá aliviar suas pequenas gengivas doloridas. Também é possível massagear com um unguento adequado ou fazer com que beba água à temperatura ambiente com muita regularidade. Essas ações pequenas e aparentemente simples podem aliviar muito as dores dentais do bebê.

3 - Para massagear

Massagear só traz benefícios para o bem-estar do bebê. As massagens podem até aliviar certas dores, promover o trânsito intestinal e contribuir para o seu bom desenvolvimento. 


Também é ideal para criar vínculos e comunicar-se com o bebê, este momento de ternura não deve ser menosprezado e você deve assegurar-se de que o massageou corretamente e com os métodos certos. 


Durante a massagem, utilize óleos vegetais naturais, sem perfume ou substância adicionada.

4 - Para remediar problemas de pele

A pele do seu bebê é muito frágil. Muitas vezes acontece de ficar irritada, principalmente no pescoço. A área pode coçar, endurecer e tornar-se áspera. Quando for o caso, hidrate a pele do bebê com óleos ou cremes emolientes e aplique o creme que o pediatra vai prescrever para você.

5 - Para promover o sono

Sono de qualidade tem um impacto direto no desenvolvimento físico e cognitivo de seu bebê. Para lhe garantir um sono reparador e tranquilo, você pode instituir pequenos rituais de relaxamento. 


Um banho quente, uma massagem relaxante, um quarto tranquilo e cores suaves podem acalmá-lo. Além disso, certifique-se de que a atmosfera na sala seja propícia para adormecer e que a temperatura não esteja muito alta.

6 - Para tratar assaduras

Às vezes, os bebês precisam lidar com assaduras, que são uma inflamação da pele na área coberta pela fralda. Esse perigo ocorre após o contato com fezes e urina, que pode irritar a pele delicada do bebê.


Para remediar isso, a primeira coisa a fazer é deixar a pele do seu filho respirar o máximo possível. Quando as nádegas estiverem muito vermelhas, não insista muito em lavar com água, pois pode irritá-las ainda mais. Privilegie o uso de um óleo específico e, na troca, aplique um creme à base de óxido de zinco.

7 - Para hidratar bem a sua pele

Seu filho tem uma pele frágil e sensível. Portanto, é aconselhável hidratá-lo constantemente para evitar ressecamento, irritação, coceira ... consequências ainda mais graves. Para hidratar eficaz e qualitativamente a pele do bebê, óleos vegetais são fortemente recomendados.



Este último provém das sementes de certas frutas oleaginosas. Têm uma textura oleosa, o que os torna verdadeiros substitutos naturais dos cremes clássicos que tendem a deixar a pele oleosa sem realmente a hidratar e / ou nutrir.

8 - Para tranquilizá-lo diariamente

Por fim, para garantir o bem-estar do bebê, o ideal é tranquilizá-lo no dia a dia e mostrar que você está ao seu lado. Para fazer isso, você pode aconchegá-lo contra você, balançá-lo regularmente “pele a pele”, preenchê-lo com gestos ternos e cantar canções de ninar suaves para ele. 


Usar uma tipoia de bebê também pode ser muito útil para promover um contato reconfortante entre o bebê e a mãe ou o pai. Essas poucas dicas têm o mérito de acalmá-lo e dissipar seus medos, o que ajudará inclusive na adaptação ao berçário.


Comentários (0)


Deixe um comentário